Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

7 emoções universais e funções



POR EDITOR SPM-BE |





7 emoções universais e funções



emocoes mindfulness
Sentir emoções “úteis” mesmo que elas não sejam prazerosas leva-nos a entender as emoções e regulá-las de maneira estratégica....
Dos seus trabalhos empíricos, Ekman chegou à conclusão de que existem três sistemas em interacção no fundamento de uma emoção: a cognição, a expressão facial e a actividade do Sistema Nervoso Autónomo. Ou seja, existe uma programação, no nível do sistema nervoso, que estabelece uma ligação entre as emoções específicas e determinados movimentos dos músculos faciais, correspondência essa que é invariável. A comunidade científica é hoje unânime no reconhecimento de sete expressões universais, as quais considera como emoções básicas: alegria, aversão, cólera, desprezo, medo, surpresa e tristeza (ver imagem acima)


EMOÇÕES

• Salvam as nossas vidas;
• Motivam os comportamentos;
• Essencial para formar relacionamentos;
• Surgem em resposta à satisfação ou impedimento das nossas necessidades básicas.


 Emoções universais e funções: 

Alegria: aprofunda conexão e cooperação;
Aversão: livrar-se do que pode ser venenoso ou danoso;
Raiva/cólera: luta, remover obstáculos;
Desprezo: afirmar superioridade.
Medo: fuga, escape de ameaça;
Surpresa: focar nossa atenção a uma novidade;
Tristeza: necessidade de consolo, elicia conexão e cuidado dos outros, cria conexão em face de perda;

Paul Ekman- Emotions Revealed (2003)


Qual a emoção que as pessoas mais gostariam de mudar?
• Raiva/cólera (a maioria)
• Medo (alguns)
• Tristeza (para as pessoas melancólicas)

Emotions Revealed - Paul Ekman (2003)


Pessoas que preferem sentir raiva/cólera quando estão num confronto tendem a apresentar maiores índices de inteligência emocional* do que aquelas que preferem sentir-se "bem" nestes contextos. Sentir emoções “úteis” mesmo que elas não sejam prazerosas leva-nos a entender as emoções e regulá-las de maneira estratégica.

*Inteligência Emocional - habilidade de compreender e utilizar as emoções e o conhecimento emocional para melhorar os pensamentos e as acções)
(Mayer, Roberts, & Barsade, 2008)

Ford B.Q., Tamir M. (2012). When getting angry is smart: Emotional preferences and emotional intelligence. Emotion, 12, 685-689.


Gerir a raiva/cólera 

Passo 1: Reconhecer quando estamos com raiva/cólera;
Passo 2: Reconhecer que tipo de pensamento alimenta a raiva/cólera;
Passo 3: Perceber os pensamentos como pensamentos e não como factos;
Passo 4: Perceber o período refractário, usar métodos efectivos para acalmar-se;
Passo 5: Avaliar como fazer da próxima vez.


Pode a raiva/cólera ser construtiva? 

SIM:
• Pode evitar danos para si e para os outros;
• Motiva mudanças;
• Evita ser bloqueado ou impedido por algo ou alguém;
• Mas deve ser direccionada à acção e não à pessoa.

Elisa Kozasa (2012)


7 emoções universais e funções Reviewed by Mindfulness Institute on 00:31 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.