Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

MBSR, Mindfulness, Estados Infernais e Estados Mentais Positivos



POR EDITOR SPM-BE |





MBSR, Mindfulness, Estados Infernais e Estados Mentais Positivos

budismo mindfulness
A distinção entre o céu e o inferno é muito subtil.
Como podemos cultivar momentos positivos e diminuir os 'momentos infernais', ou, pelo menos, não contribuir para a existência de mais momentos de sofrimento na vida do que os inevitáveis? Como podemos encontrar equilíbrio na vida quando tudo parece desequilibrado?

O que é o Stress?

De forma simples, o stress é uma resposta biológica e psicológica vivida no encontro com uma ameaça que percebemos que não temos os recursos para lidar com ela. Um agente gerador de stress é o estímulo (ou ameaça), que provoca o stress, por exemplo, exame, divórcio, morte de ente querido, mudança de casa, perda de emprego.

O stress pode tomar o controlo da sua vida.
O stress provoca mudanças fisiológicas e psicológicas negativas, principalmente quando prolongado no tempo. Mas o próprio evento gerador de stress não é a causa do problema. Em vez disso, a reacção da pessoa ao stress é que determina se o evento é stressante e se a afecta de uma forma negativa. Uma das formas que leva à redução dos efeitos negativos dos eventos stressantes na sua vida é focar a sua atenção no momento presente.

Então, o que podemos fazer para evitar os efeitos negativos na saúde provocados pelo stress?
A investigação mostra que a forma como reagimos ao stress tem um enorme impacto na forma como ele afecta a nossa saúde. Alguns tipos de pensamentos e acções fazem aumentar a tensão e outros parecem diminuir os seus efeitos.

Ver exercício no final do post



A Meditação Mindfulness

Muitos investigadores têm realizado estudos sobre os efeitos na saúde das técnicas de meditação mindfulness, e têm concluído que podem promover a saúde mental e física. O efeito imediato da meditação mindfulness básico é reduzir a reacção ao stress no momento presente. Quando praticado por um longo período de tempo, a atenção plena pode ajudar as pessoas a tornarem-se menos reactivas e a ter uma visão diferente sobre as suas respostas e hábitos automáticos. Com essa visão, as pessoas são mais facilmente capazes de mudar hábitos que não desejam.

O interesse exponencial nesta prática, enraizada em tradições antigas, levou ao desenvolvimento de currículos nas mais prestigiadas universidades em todo o mundo, incluindo: Massachusetts, Harvard, UCLA, Berkeley, San Diego (temos protocolo de formação já estabelecido), Oxford, Bangor, Freiburg entre muitas outras.

De particular relevância, têm sido investigados os benefícios da sua utilização enquanto medida terapêutica em contextos de cuidados de saúde, verificando-se que as intervenções baseadas em mindfulness são cada vez mais utilizadas, isolada ou complementarmente, com abordagens médicas e/ou psicológicas clássicas. As abordagens ‘ocidentais’ à Mindfulness são clinicamente orientadas e enfatizam a padronização e a manualização, o que facilita o estudo científico e a investigação empírica. Foi-lhes retirado o contexto espiritual das antigas práticas Budistas e foram adaptadas de forma a torná-las acessíveis e relevantes a todo tipo de pessoas, tendo simultaneamente um caráter preventivo e curativo.

Para reduzir o stress, no programa MBSR, usamos a abordagem mindfulness de várias formas, aplicando-a para identificar os sinais de stress de forma precoce e valorizando o funcionamento das estratégias de coping (ou de lidar com o stress). Ao longo do programa MBSR aprendemos técnicas para integrar um determinado estilo de vida, de forma que seja possível criarmos uma certa imunidade ao stress a médio/longo prazo.

Combinamos duas perspectivas de intervenção:
1. Prática Formal, constituída pela meditação e o yoga e outras práticas como o Chi-Kung;
2. Prática Informal, que estão integradas nas nossas actividades quotidianas, de aplicação no terreno. Podemos destacar a Regulação Emocional, a Comunicação Consciente e a Assertividade.

Os melhores resultados são conseguidos através da prática regular das técnicas formais, juntamente com a aplicação da atenção plena na vida quotidiana, que tende a ser escassa no início, desenvolvendo-se ao longo do tempo.
Uma das conclusões que podemos retirar da prática de mindfulness é que a mente e os seus pensamentos e emoções condicionam, em grande medida, a nossa experiência de viver. Se uma pessoa cultiva pensamentos de harmonia, aceitação, alegria ou de esperança, os seus índices biopsicossociais melhoram: a ansiedade e a tensão muscular, os sintomas depressivos, a ruminação psicológica, a pressão arterial diminuem e a sua resposta ao stress é mais adaptativa. Assim, é de extrema importância aprender a dar-se conta qual o tipo de pensamentos e emoções que cultiva e ver de que forma pode trazer mais harmonia à sua vida. As pessoas que têm por hábito queixar-se daquilo que lhes acontece tendem a manter e agravar o seu sofrimento, já que se centram no negativo das situações.

Inscrever-me no Programa MBSR
Ver 21 razões cientificamente validadas para a prática da Meditação
Perguntas frequentes sobre o MBSR
Perguntas frequentes sobre Mindfulness

A distinção entre o céu e o inferno é muito subtil.

Como podemos cultivar momentos positivos e diminuir os 'momentos infernais', ou, pelo menos, não contribuir para a existência de mais momentos de sofrimento na vida do que os inevitáveis? Como podemos encontrar equilíbrio na vida quando tudo parece desequilibrado?

Um bom ponto de partida está em dar-se conta dos seus sentimentos de juízo - agradável ou desagradável, atração ou repulsa. Quando estes se apresentam, dar-se conta de como os manifesta nas suas actividades diárias e no seu comportamento (tom de voz, gestos, vocabulário utilizado). Esteja consciente das consequências que isto tem onde está e nas pessoas que o rodeam.

Aprendemos a ver como o seu estado mental afecta o seu comportamento. Aprendemos a usar a respiração como uma âncora para levar a sua mente a um estado mais relaxado e aberto, trazendo-a para o presente, ensinando-a a viver a vida momento a momento, aceitando a realidade como é.

Apercebe-se a quantidade de tempo que a sua mente dedica a ocupar-se de coisas relativas ao passado e ao futuro, enquanto que o presente acontece à sua frente...Tanta energia dedicada a questões como 'Eu' 'Meu', como se fosse o centro do universo.
É realmente necessário ocupar-se tanto de si mesmo? Não gera um certo sofrimento? será possível perspectivar a vida de outra forma?

Aprenderá a entrar em contacto com as suas emoções e a prestar atenção à sua textura, intensidade, duração e energia. Note que pensamentos acompanham quando se sente com pressa, ciúmes, medo, cólera, tristeza. Existe clarividência ou uma certa cegueira? Existe angústia ou abertura? Pelo contrário, note como as repercussões no seu estado mental e físico quando sente alegria, segurança, amor e, abertura.

Mindfulness poderá ter como finalidade última ser a luz que ilumina o seu caminho. Iluminar o caminho da sua vida: ser a luz que guia nos momentos de confusão e escuridão, e a luz que alimenta a soberania interior, que nutre a sua dignidade enquanto ser humano.

Tente este exercício


Por exemplo, suponha que alguém próximo de si o decepciona de uma forma que realmente o toca. Talvez o seu cônjuge esqueceu o seu aniversário, ou um amigo próximo disse indelicadamente algo sobre si “nas suas costas” ou um parente não conseguiu manter uma promessa. Sente uma tensão emocional dessa decepção. Noutras palavras, sente-se ameaçado. Tem muitas escolhas sobre como poderá posicionar-se perante situações como estas ou semelhantes, e sobre o que fazer a seguir. Algumas dessas opções são:

* Poderia gastar muita energia a imaginar em magoar, e como ainda não acreditar essa pessoa tem sido tão imprudente consigo.
* Poderia listar mentalmente todos os danos que sofreu com essa pessoa no passado.
* Poderia insultar a outra pessoa e entrar numa conversa agressiva ele ou ela.
* Poderia fingir que não sentia dor e dizer à pessoa que não tinha importância.
* Poderia perceber que está aborrecido e fazer algo fisicamente activo para ajudá-lo(a) a retirar a energia desses sentimentos negativos.
* Poderia falar com alguém em quem confia e pedir conselhos.
* Poderia perceber como se sente ferido(a) e decidir que quer esperar antes de falar com a pessoa que o(a) magoou.
* Poderia decidir não falar com a outra pessoa novamente.
* Poderia reconhecer que sente dor emocional e decidir para acalmar o corpo e a mente através da meditação ou oração.
* Poderia perguntar à pessoa que o(a) magoou explicações das suas acções, ouvindo-as atentamente.

Como pode facilmente perceber, algumas dessas acções criariam ainda mais stress. Outras acções desta lista podem ajudá-lo(a) a reduzir os seus sentimentos de stress. Ainda outros podem não afectar o seu stress, pese embora eles possam ajudar alguém.

Reconhecendo o seu stress, e perceber que tem escolhas na forma como lhe responde são necessários para começar a aprender a lidar com o stresse. Uma técnica simples que pode usar para se tornar mais consciente do seu esforço é manter um registo das circunstâncias em que sente o stresse e as suas reacções a esses sentimentos. O simples acto de colocar os seus sentimentos ansiosos palavras podem ajudá-lo(a) a começar a estar ciente de como reage e como pode ter mais opções do que anteriormente pensava.


Vejamos um exemplo do tipo de pequenos eventos negativos de vida e aborrecimentos que a maioria de nós experimenta com frequência na vida quotidiana. Imagine que um amigo se esqueceu de ligar para si num momento que ambos concordaram. Tenta telefonar o seu amigo e ninguém responde. O seu sentimento imediato é decepção. Decepção é seguida de perto pela cólera. Talvez se sinta ofendido(a), e, além disso, pode sentir que esse “chamado amigo”, e muitas outras pessoas também, muitas vezes o(a) ignoram.

De facto, poderá começar a pensar que deve dizer a esta pessoa o quão irritado(a) realmente está, para o qual começa a compor uma narrativa na sua mente sobre a forma como a pessoa o(a) ofendeu, recontar todas as vezes que se sentiu insultado(a) e mal-tratado(a) por esta pessoa.
À medida que se recorda desta história torna-se mais e mais agitado. As hormonas do stress aumentam, a sua tensão muscular aumenta e os seus níveis de açúcar no sangue, pressão arterial, colesterol começam a subir. Pode até estar rangendo os dentes ou apertando as suas mãos.
O seu processo de pensamento passou rapidamente a partir do momento presente ao passado e a um futuro imaginado, e a sua experiência de stress cresceu em cada etapa do processo.


Agora, imagine o que poderia acontecer se começarmos com a mesma situação, mas se ficar no momento presente. Ainda não sabe nada do seu amigo na hora marcada, e o seu amigo não atendeu o telefone quando ligou. Mas, em vez de permitir que os seus pensamentos se movam para sentimentos maiores de cólera, pode simplesmente ficar com a desconfortável sensação de decepção por um momento. Perceber isso, senti-la plenamente, e reconhecê-la como ela é. Simplesmente aceite que se sente decepcionado(a). Talvez perceba que não sabe as razões da outra pessoa não lhe ter telefonado.

Talvez pense que vai dizer à pessoa que está desapontado quando tiver essa possibilidade. Então, depois poderá voltar a sua atenção para outra coisa no momento presente. Talvez perceba que o seu cão está em cima da sua perna, e tem um momento para apreciar a textura macia da sua pele. Ou poderá ouvir o som do vento ou da chuva do lado de fora da sua janela, ou ver a luz numa janela, ou sentir o calor do sol no seu rosto ou a pressão da cadeira na qual está sentado, e ter um momento para notar e apreciar este som, visão ou sensação.

Volte a sua atenção para a sua respiração e siga a sensação da sua respiração por alguns ciclos de inalação e exalação. Em seguida, retome a sua próxima actividade do dia. Assim, os seus níveis de açúcar no sangue, pressão arterial, colesterol não sobem. O seu corpo está em equilíbrio dinâmico de vida saudável, e uma experiência de stress momentâneo dissolveu-se a um nível normal de actividade de alerta.

Permanecer no momento
Este é um exemplo da prática de mindfulness num momento de stress. Assim, que notar uma tensão física ou emocional, simplesmente reconheça e aceite isso mesmo. Percebe na sua mente e permite que ela seja exactamente o que é, sem julgamento. E também note qualquer outra coisa que está presente naquele momento: um som, uma visão, um sentimento e permita que a sua mente descanse nessas sensações. Já que a sua respiração está sempre consigo, volte a sua atenção para a sua respiração. Especialmente se praticar a meditação mindfulness regularmente (conforme descrito no artigo anterior desta série).

Prestar atenção à sua respiração irá ajudá-lo(a) a acalmar a sua mente e a lembrar-se da sensação de um estado de profundo relaxamento. A maioria das pessoas têm momentos, todos os dias, de stress que deriva de um conjunto de muitos aborrecimentos quotidianos da vida. Reconhecendo a sensação que vem com o stress, aceitando-a e ficar no momento pode dar às pessoas uma maneira saudável de resposta e retornar a um equilíbrio físico e emocional.
MBSR, Mindfulness, Estados Infernais e Estados Mentais Positivos Reviewed by Mindfulness Institute on 13:24 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.