Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.



Mindfulness - o que é?


A meditação tem vindo a ser praticada há, pelo menos, três mil anos.

As suas raízes remontam até ao hinduísmo e diferentes formas de meditação podem ser encontradas em todas as grandes tradições religiosas.


No entanto, cada vez mais a meditação é uma experiência independente de qualquer crença religiosa. Enquanto que os estilos, as fontes e as ideologias subjacentes à meditação diferem, o seu objectivo tem sido mais ou menos uniforme: a transformação pessoal .
De particular interesse, será relevante questionar que contribuição pode, actualmente, a meditação mindfulness oferecer às sociedades modernas e altamente tecnologizadas.

Mindfulness, também conhecido como atenção plena, é uma forma de estar presente a si, aos outros e ao meio à sua volta a cada momento. É um estado de atenção natural - focado, presente e ciente - que possibilita manter o discernimento perante o que possa estar a acontecer, mesmo quando se trata de algo difícil


Em que consiste?

MINDFULNESS - O QUE É?

Mindfulness deriva do termo em Pali Sati (Smṛti em Sânscrito), um elemento essencial da prática Budista. A prática de mindfulness está cada vez mais presente no mundo ocidental, em concreto na Psiquiatria e Psicologia para aliviar uma variedade de condições físicas e mentais, incluindo transtorno obsessivo-compulsivo, ansiedade e na prevenção e recaídas depressivas, bem como no tratamento de dependências. Tem ganho popularidade no mundo inteiro como um método de excelência para lidar com as emoções.

Contrariamente à crença popular, mindfulness (atenção plena) não procura esvaziar a sua mente de pensamentos ou emoções, trata-se de prestar atenção ao momento presente, sem ficar apegado ao passado ou sem se projectar o futuro. O que pode surpreender é que, provavelmente, já esteve em atenção plena em algum momento da sua vida e nem sequer notou. Já terá realizado uma caminhada, respirando ar puro e de repente percebeu que não deu conta do tempo passar? Já escutou tão intensamente uma canção que por momentos, não pensou em mais nada?
Isso é uma componente de mindfulness!
Na sua base, mindfulness é um treino baseado na conexão "mente-corpo", podendo ajudá-lo a observar os seus padrões de pensamentos e de emoções, as suas experiências - boas, neutras ou negativas. Isso pode realmente mudar a forma como gere e reage, por exemplo, a situações geradoras de stress, dando-lhe uma ferramenta valiosa para ficar mentalmente (e fisicamente) saudável.

Mindfulness é um temo que tem sido traduzido para o Português como Consciência Plena, Presença Plena ou mais frequentemente como Atenção Plena. Pode ser considerado como um processo de auto-regulação da atenção, com o objectivo de trazer uma qualidade da consciência não-elaborativa ao momento presente, dentro de uma orientação de curiosidade, abertura experiencial e aceitação (Bishop et al., 2004).

Esta definição considera mindfulness como um processo psicológico que consiste em duas componentes:

1. Orientação para a experiência, que se refere a uma orientação de curiosidade, abertura e aceitação para com a própria experiência e;

2. Auto-regulação da atenção, que se refere à consciência não-elaborativa dos eventos mentais, isto é, pensamentos, sentimentos e sensações à medida que vão surgindo (Bishop et al., 2004).   

Mindfulness pode também ser considerada como uma forma particular de prestar atenção ao momento presente e que se caracteriza por uma atitude receptiva de não-julgamento (Kabat-Zinn, 1994). Mindfulness é, então, um aspecto da prática meditativa que reflecte a capacidade humana básica fundamental para prestar atenção a aspectos relevantes da experiência, numa forma mental não julgadora e não reactiva, que por sua vez cultiva o pensamento claro, a equanimidade, a compaixão e a abertura do coração.

Mindfulness é uma daquelas coisas que realmente tem que experimentar para entender. Há uma série de equívocos sobre mindfulness - por exemplo, que é uma ferramenta com o objectivo de diminuir a ansiedade ou induzir o relaxamento. Não será uma perspectiva acertada - mindfulness é sobre a aceitação da sua experiência actual, apenas como é, se isso é bom, mau ou neutro. A redução da ansiedade ou o relaxamento normalmente acontecem, ou talvez não, o importante é aprender a aceitar a vida, com as suas experiências, e esse é o verdadeiro valor de mindfulness.




Meditação Mindfulness Guiada
para principiantes







Bibliografia:
* Bishop, S. R., Lau, M., Shapiro, S., Carlson, L., Anderson, N. D., & Carmody, J. (2004). Mindfulness: A proposed operational definition. Clinical Psychology, 11, 230–241.
* Kabat-Zinn, J. (1994). Wherever you go, there you are: Mindfulness meditation in everyday life. New York: Hyperion.



Devo praticar Mindfulness?


A meta da prática é o reconectar com o sentido profundo da vida. Só indo para além do pensar, do sentir e do querer e ligando com a nossa autêntica natureza original, com a realidade incondicionada (nirvana), podemos pôr fim ao nossa insatisfação e experimentar um estado de plena felicidade, gozo e ausência de sofrimento, que o próprio Buda experimentou, realizando assim o sentido profundo da existência.

A PRÁTICA DE MINDFULNESS SERÁ BENÉFICA PARA MIM?

Esta prática passou a fazer parte da medicina comportamental/preventiva, principalmente a partir dos "estudos de redução de stresse de Kabat-Zinn, professor emérito da faculdade de Massachussets (EUA), que tem desenvolvido intensa pesquisa científica da aplicação do Mindfulness na saúde, em especial do programa de MBSR (Minfulness-Based Stress Reduction). 

A prática da Mindfulness é tem sido também amplamente utilizada no mundo empresarial, saúde e educação para melhorar a atenção e o bem-estar geral. Embora com fortes bases budistas, Mindfulness não depende de qualquer religião, contexto cultural ou sistema de crenças, podendo ser completamente secular.

Empresas da Fortune 500 incentivam esta prática aos seus colaboradores para reduzir o stresse no local de trabalho. Centenas de hospitais encaminham os pacientes para os cursos de Redução de Stresse Baseada em Mindfulness (MBSR) para desenvolverem competências para lidar com a dor física e emocional.  Cada vez mais escolas e instituições universitárias (públicas e privadas) estão já a usar as práticas de Mindfulness para ajudar os seus alunos a ter maior sucesso académico/social/pessoal.

Tem sido cientificamente demonstrado que o MBSR é eficaz para uma ampla variedade de condições médicas e psicológicas. A seguir está uma lista parcial de condições médicas e psicológicas, com citações de alguns dos benefícios da prática de Mindfulness:

► Ansiedade (Hoge, Bui, Marques, Metcalf, Morris, Robinaugh, et. al., 2013);
► Asma (Pert, Madison, Druker, Olendzki, Magner, Reed, et. al., 2012);
► Cancro (Carlson, Doll, Stephen, Faris, Tamagawa, Drysdale, & Speca, 2013);
► Dor Crónica (Reiner, Tibi, & Lipsitz, 2013);
► Diabetes (Hartmann, Kopf, Kircher, Faude-Lang, Djuric, Augstein, et. al., 2012);
► Fibromialgia (Schmidt, Grossman, Schwarzer, Jena, Naumann, & Walach, 2011);
► Desordens Gastrointestinais (Zernicke, Campbell, Blustein, Fung, Johnson, Bacon, & Carlson, 2013);
► Doença Coronária (Sullivan, Wood, Terry, Brantley, Charles, McGee, Johnson, et. al., 2009); ► HIV (Duncan, Moskowitz, Neilands, Dilworth, Hecht, & Johnson, 2012);
► "Ondas de Calor" (Hot Flashes) (Carmody, Crawford, Salmoirago-Blotcher, Leung, Churchill, & Olendzki, 2011);
► Hipertensão (Hughes, Fresco, Myerscough, van Dulmen, Carlson, & Josephson, 2013);
► Depressão Major (Chiesa & Serretti, 2011);
► Desordens de Humor (Hofmann, Sawyer, Witt, & Oh, 2010);
► Perturbações do Sono (Andersen, Wurtzen, Steding-Jessen, Christensen, Andersen, Flyger, et. al., 2013);
► Perturbações de Stress (Kearney, McDermott, Malte, Martinez, & Simpson, 2012);
►  ...

Qual o impacto que a prática de Mindfulness pode ter no meu cérebro e no processamento cognitivo?

Mindfulness é uma área activa de investigação, com muitos estudos focando as mudanças estruturais e funcionais no cérebro em função da realização de um programa MBSR. Por favor, explore o Um curto vídeo (legendado) sobre os benefícios da meditação no cérebro.

Curto vídeo sobre os benefícios da meditação mindfulness



QUANTA PRÁTICA É NECESSÁRIA?


Mindfulness é uma abordagem à vida, um estilo de vida e as pessoas são encorajadas a encontrar a sua própria prática. Mindfulness é uma prática altamente experiencial e, portanto, envolvendo as práticas de atenção plena formais é talvez o componente mais importante do curso. Encorajamos todos os participantes a usarem algumas semanas como um campo de testes para a prática da atenção plena. Desta forma, serão capazes de experienciarem os benefícios que podem surgir do curso que realizaram. Depois das sessões, os participantes são estimulados a continuar com a sua prática de Mindfulness, à medida que se encaixa e suporta as suas vidas.

Poderá recolher inúmeros benefícios praticando apenas 20m diários

PRÓXIMO ENCONTRO de MINDFULNESS


O espaço da meditação é como o céu aberto: vasto, vasto o suficiente para acomodar qualquer coisa que surja. Na meditação os nossos pensamentos e emoções podem transformarem-se em nuvens que impedem de ver e, em seguida, dissolvem-se. O bom, o confortável, o agradável e o difícil e o doloroso: tudo isso vem e vai. Assim, a essência da meditação é trabalhar em algo que é bastante radical e certamente não é o nosso padrão usual, ou seja, estar com nós mesmos, não importa, aconteça o que acontecer, sem colocar rótulos bons ou maus, certo ou errado, puro ou impuro [...].
Pema Chödrön



Perguntas & Respostas




Pré-Inscrição



PRÉ-INSCRIÇÃO


► Escolher o evento que pretende realizar.
Notas

Se tiver dificuldades no formulário de inscrição, p.f., abra esta página num browser diferente, como o Firefox ou o Chrome.

A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar / Mindfulness Institute (SPM-BE - MI) não tem, nem assumirá qualquer responsabilidade por prejuízos, danos, despesas ou inconvenientes que possam advir, por qualquer motivo, da sua participação neste evento.

CONFIDENCIALIDADE NO TRATAMENTO DOS DADOS
A SPM-BE (MI) garante a confidencialidade dos dados de caráter pessoal facultados e o seu tratamento de acordo com a legislação vigente.




Porto, Maia, Matosinhos, Portugal, Lisboa, Espanha, prática, praticar, Meditação, Mindfulness, MBSR,mbsr, Mindfulness-Based Stress Reduction, Redução de Stress baseado em Mindfulness, MBSR, Budismo, Zafu, Saúde, Formação, Buddhism, donate, doar, saúde, bem-estar, ansiedade, depressão, yoga, España, UK, Ireland, Deutschland, English, MBSR Teacher Training
Mindfulness - o que é? Reviewed by Mindfulness Institute on 17:28 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.