Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

Livro | Porquê Meditar?



POR EDITOR SPM-BE |





Livro | Porquê Meditar?



...É ao que eu me refiro quando digo "ser flexível" ao momento presente. Sim, com a meditação, pode experimentar um foco profundo ou um extraordinário sentido de graça...
Do livro "Como Meditar" por Pema Chödrön*.

Não meditamos para estarmos confortáveis. Ou seja, não meditamos para estarmos sempre bem. Talvez sinta alguma surpresa ao ler isto, porque muitas pessoas voltam-se para a meditação simplesmente para se "sentirem bem". No entanto, ficará contente em saber que o propósito da meditação não é sentir-se mal. Em vez disso, a meditação dá-nos a oportunidade de manter uma atenção aberta e compassiva a tudo o que ocorre.


O espaço de meditação é como o céu aberto: vasto, vasto o suficiente para acomodar qualquer coisa que surja. Na meditação os nossos pensamentos e emoções podem tornar-se numa espécie de nuvens que param e, em seguida, passam. O bom, o confortável, o agradável e o difícil e o doloroso: tudo isso vem e vai. Assim, a essência da meditação é trabalhar em algo algo que é bastante radical e certamente não é o nosso padrão usual, ou seja, estar com nós mesmos, não importa aconteça o que acontecer, sem colocar rótulos bons ou maus, certo ou errado, puro ou impuro. [...]




Ao meditarmos alimentamos cinco qualidades que começam a surgir ao longo dos meses e anos de prática. [...]

1. A primeira qualidade, que responde à pergunta: o que estamos a fazer quando meditamos - é a solidez: estamos a cultivar e a alimentar uma solidez com nós mesmos. [...] Através da meditação podemos desenvolver uma lealdade para com nós mesmos, o que se traduz imediatamente na fidelidade à experiência directa.

2. A segunda qualidade que geramos em meditação é a visão clara. Através da meditação adquirimos a capacidade de nos libertarmos quando nos vemos apegados a uma situação, endurecidos em determinadas circunstâncias ou com certas pessoas, ou fechados para a vida. Começamos a ver o início de uma cadeia de reacções neuróticas que limitam a nossa capacidade de sentir alegria ou de conexão com os outros.

3. A terceira qualidade é o cultivo gradual da coragem. (E aqui a palavra "gradual" é muito importante, pois pode ser um processo lento). Eventualmente, vai encontrar-se a desenvolver a coragem de experimentar o seu desconforto emocional, além de provas e problemas que a vida apresenta.

4. A quarta qualidade é a capacidade de despertar para a vida a cada momento, como ele é. É a verdadeira essência da meditação. Nós prestamos atenção a este preciso momento. [...] Portanto, aceitamos o momento presente, para a pessoa que quer acordar e abrir o seu coração e mente, é um lugar muito poderoso. O momento presente é o fogo gerador da nossa meditação, o que nos move em direcção à transformação. Ou seja, o momento presente é o combustível da nossa jornada pessoal. O facto de nos encontrarmos com o desconhecido do momento permite-nos viver a vida, e os seus relacionamentos e compromissos de forma mais detalhada. Isso é viver plenamente.

5. A última qualidade relacionada com o facto de porquê meditar é o que eu chamo de "não tem importância". É ao que eu me refiro quando digo "ser flexível" ao momento presente. Sim, com a meditação, pode experimentar um foco profundo ou um extraordinário sentido de graça, bênção ou uma grande transformação ou uma coragem recém-descoberta, mas, depois, não importa. Este foi um dos maiores ensinamentos de meu mestre, Chogyam Rinpoche Tungpa: Não é importante. Lembro-me de uma vez ter recorrido a ele com o que eu achava que era uma grande experiência de meditação. Eu estava animada, e enquanto eu estava a relatar, ele tinha um certo olhar... Era uma espécie de olhar indescritível, olhar muito aberto. Não foi possível considerar compaixão ou julgamento, ou qualquer coisa assim.

E enquanto eu estava a contar, ele tocou-me com a sua mão e disse-me: "não tem ... importância...". Não estava a dizer "mal", nem estava a dizer "bem". Ele estava a salientar: "Essas coisas acontecem, e pode transformar a sua vida, mas, ao mesmo tempo, não lhes dês tanta importância, pois isso leva-te à arrogância e ao orgulho ou a sentires-te especial." Assim, a meditação ajuda-nos a cultivar esse sentimento da não importância, não uma declaração cínica, mas cheia de humor e flexibilidade. Já viu de tudo, e isso permite que ame tudo.

amazon
*Pema Chödrön é uma monja plena, que pratica na tradição do budismo tibetano. Foi uma discípula do Venerável Chögyam Trungpa Rinpoche, cujos ensinamentos ela continua a disseminar entre estudantes ocidentais do mundo inteiro.

Nascida na cidade de Nova York, em 1936, Pema tem 2 filhos adultos e 2 netos. Formada pela Universidade da Califórnia, em Berkeley, foi professora primária por muitos anos, no Novo México e na Califórnia. Pema já havia passado dos 30 anos quando se ligou pela primeira vez aos ensinamentos budistas. Em 1971, ela viajou para os Alpes franceses, onde encontrou o Lama Chime Rinpoche, com quem estudou por muitos anos. Tornou-se uma noviça em 1974, enquanto estudava com Lama Chime, na Inglaterra.
Livro | Porquê Meditar? Reviewed by Mindfulness Institute on 19:44 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.