Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

4 perguntas para libertar-se de pensamentos negativos automáticos



POR EDITOR SPM-BE |





4 perguntas para libertar-se de pensamentos negativos automáticos

cognitivo-comportamental mindfulness

Com a prática pode aprender a responder a cada uma dessas distorções cognitivas, funcionando de forma mais adaptativa no seu quotidiano.

Já reparou que quando estamos 'deprimidos' os pensamentos automáticos negativos como: "Isto não tem solução", ou "Eu nunca vou fazer isto de forma correcta", ou "Eu não valho nada" tendem a estar presentes.

Se por outro lado estamos animados, pensamentos positivos como: "Isto realmente vai acontecer", ou "Sou bem aceite pela maioria", ou "Sinto que faço a maioria das coisas de forma positiva" são predominantes.

Os pensamentos são poderosos e vale a pena criarmos consciência do que se passa nas nossas mentes, entendendo que os pensamentos não são factos e, às vezes, até mesmo desafiando-os.

Ver 15 Pensamentos Automáticos Negativos


Aqui estão quatro perguntas para ajudar a desafiar os pensamentos convincentes:

1. São reais?
2. Posso saber com absoluta certeza saber que são reais?
3. Como reajo quando acredito nesses pensamentos?
4. Quem seria Eu sem esses pensamentos?


Ao fazer esta prática compreenderá que os pensamentos não são factos. No entanto, esses pensamentos mudam de forma significativa como vemos as coisas e como reagimos. Se os nossos pensamentos vão ter tanta influência sobre nós, certamente vale a pena verificá-los e trabalhá-los.
No entanto, antes que possa tomar a decisão de observá-los, precisa de se tornar ciente deles e “sair” deles por um momento.

Poderá utilizar a seguinte técnica
STOP (Stop, Take a Breath, Observe, Proceed)
Por outras palavras, Pare, Respire, Observe que esses pensamentos estão a acontecer e Prossiga com estas quatro perguntas. Isso é usar a prática STOP para ser possível fazer as quatro perguntas.

Como sempre, por favor, partilhe os seus pensamentos, histórias e questões na secção reservada para os comentário (em baixo). A sua interacção proporciona uma sabedoria vida para que todos possam beneficiar.


adaptado por Vítor Bertocchini de:
http://blogs.psychcentral.com/mindfulness/2010/06/4-questions-to-release-automatic-negative-thoughts-ants/
- Quatro perguntas originalmente concebidas por:
Byron Katie e presentes no seu livro "Loving What Is: Four Questions That Can Change Your Life"





MBSR, Mindfulness-Based Stress Reduction,Porto, Maia, Matosinhos, Portugal, Lisboa, Espanha, prática, praticar, Meditação, Mindfulness, Budismo, Zafu, Saúde, Formação, Buddhism, donate, doar, saúde, bem-estar, ansiedade, depressão, yoga, Teacher Training
4 perguntas para libertar-se de pensamentos negativos automáticos Reviewed by Mindfulness Institute on 16:55 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.