Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

Mindfulness associado com melhor saúde



POR EDITOR SPM-BE |





Mindfulness associado com melhor saúde

emocoes mindfulness
As pessoas que prestam mais atenção aos seus sentimentos e experiências tendem a ter uma melhor saúde cardiovascular.

Coração e Mindfulness

Apesar da extensa literatura científica sobre mindfulness, mais recentemente tem-se considerado avaliar a associação entre maiores índices de mindfulness e factores de risco relacionados com a saúde cardiovascular. Contrariando esta tendência, os investigadores da Universidade de Brown, publicaram no International Journal of Behavioral Medicine um estudo que demonstra que há uma associação significativa entre mindfulness e melhor saúde cardiovascular.

Em particular, este estudo encontrou uma associação significativa entre algo denominado mindfulness dispositional auto-relatado (uma característica presente nas pessoas, tal como um traço de personalidade) e níveis mais elevados em quatro dos sete indicadores de saúde cardiovascular. De acordo com a American Heart Association, esses indicadores referem-se a: pressão arterial; colesterol; glicemia; peso; altura e circunferência da cintura; além de hábitos alimentares e de exercício. Este é o primeiro estudo a considerar mindfulness e esses factores associados com a saúde do coração.

Mindfulness disposicional pode ser desenvolvido através da prática da meditação e outros exercícios conscientes e é a capacidade de estar ciente dos seus pensamentos, sentimentos e acções a qualquer momento do dia. Às vezes, é descrito como "estar em contacto consigo mesmo". As Pessoas que não estão em contacto com os seus sentimentos, reacções emocionais e experiências diárias exibem baixa inteligência emocional e têm uma maior propensão para agir e reagir de forma menos adequada às situações que enfrentam, e isso pode ser causa do aumento do stresse. Entrando numa espiral descendente, o aumento do stresse pode levar a comportamentos insalubres ou inadequados, como comer alimentos açucarados, comer compulsivamente, fumar, não exercitar o corpo (ou muito exercício), ira e essas acções simplesmente resultarem em mais stresse.

Algumas pessoas são naturalmente mais dispostas a estarem num estado de Atenção Plena, outras menos, mas todas beneficiam da prática meditativa regular.

"Mindfulness tem sido principalmente associado com a saúde mental e o tratamento da dor, mas cada vez mais os investigadores estão a incluir factores de risco cardiovascular, como obesidade, tabagismo e pressão arterial", disse Eric Loucks, principal autor do estudo e professor assistente da epidemiologia na Escola de Saúde Pública da Universidade de Brown, num comunicado de imprensa.

Loucks e a sua equipa pediram a 382 participantes para classificarem, num questionário de seis opções, variando de "quase sempre" para "quase nunca", 15 declarações da “Mindful Attention Awareness Scale” (MAAS), incluindo "Acho que é difícil manter o foco no que está a acontecer no presente "e" tendo a não perceber as sensações de tensão física ou desconforto até que elas realmente agarram a minha atenção. Enquanto isso, os participantes também realizaram testes relacionados com o coração para aferir os indicadores supra mencionados.

Os resultados? 
Os participantes que pontuaram mais alto na MAAS tiveram 83% de maior prevalência de saúde cardiovascular em comparação com aqueles que obtiveram as menores pontuações. Havia, especialmente, grandes diferenças no índice de massa corporal, actividade física, glicose, e tabagismo.
Curiosamente, a qualidade da dieta, medida pelo consumo de frutas e vegetais também mostrou uma associação positiva com maior pontuação na MAAS.
Loucks sugeriu que ser/estar mais “mindful” ajuda na gestão dos vários desejos que prejudicam a saúde, desde alimentos açucarados aos cigarros, leva a melhoria da saúde cardiovascular. Os próximos passos do investigador vão no sentido de testar se melhorar o estado/traço de mindfulness pode aumentar os indicadores de saúde cardiovascular e se os efeitos são duradouros.
O que é realmente interessante é que a prática de mindfulness pode ser realizada de forma simples, acessível e todos os dias. Não requer seminários frequentes ou longas horas, ou mesmo yoga (embora seja uma opção saudável a considerar). Ann S. Williams, professora assistente de investigação da Escola de Enfermagem de Frances Payne Bolton, diz que beber chá é uma maneira muito simples de praticar mindfulness: "Uma pessoa tomando chá pode estar ciente de segurar o copo, sentindo o aroma antes do primeiro gole, e o sabor do primeiro gole", disse ela.

Porto, Maia, Matosinhos, Portugal, Lisboa, Espanha, prática, praticar, Meditação, Mindfulness, MBSR, Mindfulness-Based Stress Reduction, Redução de Stress baseado em Mindfulness, Budismo, Zafu, Saúde, Formação, Buddhism, donate, doar, saúde, bem-estar, ansiedade, depressão, yoga
Mindfulness associado com melhor saúde Reviewed by Mindfulness Institute on 23:06 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.