Budismo: Apego



A pele, como revestimento, realiza várias funções: protege o corpo contra a invasão de corpos estranhos, regula a temperatura corporal, sensorializando o frio, o calor, a pressão; nela há terminações nervosas e órgãos sensoriais para a percepção da viscosidade, dureza, aspereza, maciez, umidade; a camada externa de células mortas (a queratina), sempre descamando e se renovando, é um revestimento bastante impermeável à perda de água e resistente ao atrito.

Por um lado, a pele serve fisicamente de proteção; mas por outro, é objecto de cobiça dos sentidos, mantendo a mente apegada às ilusões do mundo sensorial, reparar o quanto investimos na nossa aparência física, pois que muito do nosso relacionamento com os outros e com a nossa auto-imagem é influenciado pela percepção e valorização da imagem corporal. Não há nada de errado em cuidarmos de nossa aparência física. Manter o corpo limpo e com aparência saudável é bom. O problema é o apego. Subjacente ao apego à nossa aparência está a raiz da ignorância: por detrás da relação com a nossa auto-imagem, principalmente a facial (“espelho, espelho meu”), está a noção de um “eu” que se identifica com o corpo. E nesta identificação, o rosto ganha um lugar marcante. Por isso os salões de beleza e centros de estética facial crescem como cogumelos e têm tanto sucesso. O “valor de mercado” da nossa aparência facial no mundo social é grande: afecto e auto estima são negociados, em variados graus, através do modo como vemos e somos vistos nas nossas aparências. A a um nível mais profundo, todas as vezes que nos olhamos no espelho, lá está reflectida essa noção: “Isto sou eu!”. E esta noção de uma identidade eu-ego-corpo é uma delusão, uma construção criada pela ignorância sobre a natureza insubstancial dos agregados corpo-mente.

A verdade é que não vamos abandonar tão facilmente o apego ao sensorial e à nossa auto-imagem. Investimos muito nisto até agora, o ego identifica-se com esses desejos sensoriais, criando raízes profundas de apego na mente. Mas podemos gradualmente mudar a nossa compreensão. Começando pela percepção e reflexão sobre o quanto sofremos com as inevitáveis perdas da nossa auto imagem corporal: lesões, cicatrizes, rugas, enbranquecimento dos cabelos, envelhecimento.

Desta visão distorcida surge a lamentação: a boa aparência e a pele sensual trazem ganhos de prazer; sem isto como vamos viver? É certo, se não trouxesse alguma gratificação, não investiríamos recursos, como dinheiro, tempo e energia. Não há nada de errado no experienciar certo prazer gerado pelo contacto dos sentidos com os objetos correspondentes: imagens (consciência visual), sons (consciência sonora), aromas (consciência olfactiva), gostos (consciência gustativa), tactos (consciência corporal ou táctil, através da pele) e pensamentos agradáveis (consciência mental). A questão é: o quanto dependemos disto? Que grau de clareza temos sobre essas dependências? Quando experimentamos sensações desprazerosas, perdas ou ausências desses ganhos sensoriais, o que acontece com a nossa mente? Permanecemos equânimes, emocional e mentalmente equilibrados? A verdade é que quase sempre sofremos: irritação, raiva, desapontamento, tristeza, frustração, queda na auto-estima, depressão.

Podemos retardar, mas não impedir esses processos: são inevitáveis porque tudo que é condicionado é impermanente (anicca). Compreendendo e aceitando esta lei fundamental, podemos gradualmente ir substituindo essa dependência por valores mais profundos, como a sabedoria, a compaixão, o afecto sem expectativa de retorno. Na Meditação da Atenção Plena (Mindfulness) treinamos o cultivo da visão clara da realidade (vipassana), percebendo e aceitando a verdade da impermanência.
Podemos aplicar para a nossa aparência o mesmo treino, cultivado com a respiração: reconhecer, aceitar, investigar, não se identificar.



Arthur Shaker


COMENT�RIOS











Silent Retreat


5-Day Mindfulness Silent Retreat Led by A. Karunavira

11 - 14 April





Em destaque / Featuring

MINDFULNESS$type=three$m=0$rm=0$h=250$c=12$sn=0$show=home$show=/p/mindfulness.html$hide=home

BUDISMO$type=three$m=0$rm=0$h=250$c=12$sn=0$show=home$show=/p/budismo.html$hide=home








Junte-se � comunidade

e receba o que temos para lhe oferecer!


A Sociedade Portuguesa de Medita��o e Bem-Estar | Mindfulness Institute � uma associa��o cient�fica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente atrav�s do estudo e da pr�tica da Medita��o (Mindfulness)...


Newsletter



Seguir


Nome












#guiada,1,activismo,1,alan-wallace,7,ansiedade,2,app,1,auto-compaixão,6,beth,1,budismo,20,budismo-evento,1,certificacao,1,Chi-kung,1,cienca,1,ciencia,62,citação,2,cnv,1,cnv-retiro,1,compaixão,1,compassion,3,comunicao,1,crise,1,curso,3,Curso introdução ao Budismo,2,dalai-lama,1,depressão,1,detox,1,eckhart-tolle,3,ecologia,2,elisha goldstein,3,encomendar vídeos,1,escola,1,espiritualidade,2,evento,17,evento-budismo,4,evento-meditacao,38,evento-sentar,1,evento-tai-chi,2,evento-yoga,6,felicidade,8,filosofia,1,guiada,14,guiada1,1,jovens,1,judson-brewer,2,karunavira,1,lama padma samten,2,livro,17,Matthieu Ricard,1,mbct,8,mbct-evento,3,mbrs,1,mbsr,20,mbsr-evento,5,meditacao,71,Meditação,14,memoria,1,mente,1,mindful-eating,2,mindfulness,93,msc,1,musica,5,online,3,paulo borges,3,paulo-borges,12,postura,1,pranayama,4,pratica,88,proximo-evento,2,questionário,2,quotes,1,respiracao,1,retiro,17,retiro-evento,5,richard davidson,1,rick hanson,5,sagarapriya,1,satyaprem,2,saude,44,scale,2,Sentar e Caminhar em Paz e Silêncio,1,sqp,1,stress,4,susana-santos,1,sustentabilidade,6,Tai-chi,1,tsering,3,varios,6,videos,8,Vídeos,2,vitor-bertocchini,5,Yoga,16,yoga-retiro,1,Zen,1,
ltr
item
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute: Budismo: Apego
Budismo: Apego
Budismo- Apego Por um lado, a pele serve fisicamente de proteção; mas por outro, é objecto de cobiça dos sentidos, mantendo a mente apegada às ilusões do mundo sensorial, reparar o quanto investimos na nossa aparência física, pois que muito do nosso relacionamento com os outros e com a nossa auto-imagem é influenciado pela percepção e valorização da imagem corporal. Não há nada de errado em cuidarmos de nossa aparência física. Manter o corpo limpo e com aparência saudável é bom. O problema é o apego. Subjacente ao apego à nossa aparência está a raiz da ignorância: por detrás da relação com a nossa auto imagem, principalmente a facial (“espelho, espelho meu”), está a noção de um “eu” que se identifica com o corpo. E nesta identificação, o rosto ganha um lugar marcante. Por isso os salões de beleza e centros de estética facial crescem como cogumelos e têm tanto sucesso. O “valor de mercado” da nossa aparência facial no mundo social é grande: afecto e auto estima são negociados, em variados graus, através do modo como vemos e somos vistos nas nossas aparências. A a um nível mais profundo, todas as vezes que nos olhamos no espelho, lá está reflectida essa noção: “Isto sou eu!”. Meditação, mindfulness, Budismo, neurosciências, Porto, Maia, Matosinhos, retiros, aulas
http://3.bp.blogspot.com/-exZVFmuAfGw/UnvNnOov-kI/AAAAAAAABs8/EEO5hbnlNIk/s320/meditacao-porto-budismo14.jpg
http://3.bp.blogspot.com/-exZVFmuAfGw/UnvNnOov-kI/AAAAAAAABs8/EEO5hbnlNIk/s72-c/meditacao-porto-budismo14.jpg
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute
https://www.spm-be.pt/2013/11/budismo-apego.html
https://www.spm-be.pt/
https://www.spm-be.pt/
https://www.spm-be.pt/2013/11/budismo-apego.html
true
9051233935020441872
UTF-8
Carregados todos os Posts N�o foram encontrados Posts Ver Todos Ler Mais ReSponder Cancelar Responder Apagar Por Home P�GINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO LABEL ARQIVO PROCURAR TODOS OS POSTS Nada encontrado que corresponda ao que procura Voltar Home Domingo Segunda Ter�a Quarta Quinta Sexta S�bado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Mar�o Abril Maio Junho Julho Agostot Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Mesmo agora 1 minuto atr�s $$1$$ minutos atr�s 1 hora atr�s $$1$$ horas atr�s Ontem $$1$$ dias atr�s $$1$$ semanas atr�s Mais de 5 semanas atr�s Seguidores Seguir Este conte�do � PREMIUM Por faver partilhe para DESBLOQUEAR Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy