Useletter




  • Para ativar a sua subscrição terá de clicar no link que será enviado pela Google para o seu email.
  • A Useletter é o nosso popular email que versa sobre áreas como a Meditação, Mindfulness, Budismo, Yoga e outras atividades de 'Integração Mente-Corpo'. Contém os próximos encontros, dicas, sugestões, Meditações Guiadas e Ferramentas Práticas e uma relação forte com a (Neuro)ciência.

   
Voltar ao início

Top Ad unit 728 × 90

.

Meditação e o estar errado



POR EDITOR SPM-BE |





Meditação e o estar errado

Percepção

Esta frase resume a ideia de que a verdade, a verdade que se percepciona, é subjectiva e pode estar errada. Há quem diga que a verdade nos libertará e que a busca da verdade é um objectivo digno. E se não existir verdade absoluta? E se existir apenas graus de verdade (ou mentiras) que dizemos a nós mesmos? Os eventos neutros são alvo de uma interpretação subjectiva, através das lentes da nossa percepção. A "verdade" é meramente um produto das percepções, que são coloridas pela experiência, influenciadas pelo actual estado de “espírito”.

Tornarmo-nos conscientes de que nós somos os criadores da história, formando o significado dos acontecimentos que constroem o sentido da vida, pode, assim, reformatar o pensamento. A capacidade de nos afastarmos dos pensamentos, para realmente pensar sobre o processo de pensamento é fundamental na terapia cognitiva. A prática regular de meditação talvez seja a melhor forma de terapia cognitiva que existe. Mesmo a curto prazo são evidentes modificações positivas, como sejam o abrandamento dos pensamentos compulsivos/obsessivos, tidos como normais, o desenvolvimento de um Eu não participante que observa os eventos sem julgamento, mas plenamente presente.

Muitos de nós faria qualquer coisa para evitar estar errado. Mas, e se estivermos errados sobre isso? A "Errologista" Kathryn Schulz apresenta um convincente argumento para não apenas admitirmos mas também abraçarmos a nossa falibilidade. Numa excelente discussão sobre o estar errado, Kathryn Schulz afirma: "O milagre da nossa mente não é que ser possível ver o mundo como ele é. Mas que possamos ver o mundo como ele não é. O ponto de sua palestra é que muitas vezes não estamos apenas errados, mas completamente inconscientes dos nossos erros. Ela agarra a ideia de que a realidade é filtrada através das percepções e preconceitos, sendo distorcida, mas acreditando-se ser verdadeira.

Resumindo, será importante estarmos conscientes de que a nossa visão da realidade é enormemente subjectiva e que por isso mesmo erramos constantemente. Poderemos perspectivar, então, os nossos erros e os erros alheios num enquadramento de compreensão, aceitação e de negociação compassiva. A prática meditativa ajuda-nos neste processo, ao diminuir os obstáculos perceptivos e ao tornar a nossa visão do mundo mais clara e mais pacífica.

Meditação e o estar errado Reviewed by Prana | TM on 02:01 Rating: 5






MBSR

Treino de Resiliência ao Stress
e de Desenvolvimento Emocional


MBSR TTI

Em 2016 inicia a Formação de Instrutores de MBSR...

Formação

O meu 1º Retiro

Especialmente destinado Para quem deseja iniciar a...

Retiros

Retiros de Silêncio

Passar algum tempo em retiro é uma óptima forma...


Workshops

Fortemente práticos, são uma forma de ter...

Workshops


Mindfulness Institute
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar



Práticas de Integração 'Mente-Corpo'


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação.

Tem como missão contribuir para o estudo e para a prática da Meditação e outras abordagens de integração "mente- corpo", de forma científica e contemplativa, como forma para aumentar a qualidade de vida das pessoas e das comunidades, para o seu empowerment, facilitando a realização do seu pleno potencial.

ver mais


Bem-vind@s.






Últimas Entradas

*

 
Com tecnologia do Blogger.