5 - Mindfulness nas actvidades quotidianas

Este é o 5º artigo da série dedicada ao stresse e à sua gestão eficaz. Depois de termos introduzido nos artigos anteriores os conceitos de stresse, coping, a prática de minduflness (atenção plena) como técnica redutora do stresse, este artigo irá apresentar a prática de mindfulness nas actividades quotidianas.

Outros artigos desta série:

1. Gerir o Stresse: Introdução
2. Gerir o Stresse: O Coping
3. Gerir o Stresse: Aprender Mindfulness
4. Gerir o Stresse: Estar em Atenção Plena em Momentos de Stresse
5. Mindfulness nas Actividades Quotidianas

Mindfulness (atenção plena) descreve um estado de espírito aparentemente difícil de conseguir para a maioria das pessoas. Quando elas param e vêm o seu fluxo de pensamentos, descobrem que a sua mente se move rapidamente de um pensamento para outro, como um cachorrinho brincalhão, em constante movimento. Aprender a atenção plena envolve trazer a mente de volta para algum pormenor do momento presente, reconhecendo isso, e aceitar. Com esta prática em horários regulares de meditação e em momentos de stresse pode ajudar a manter-se focado cada vez mais no momento presente.

Outra forma de praticar a atenção plena é prestar muita atenção aos seus sentimentos e sensações à medida que faz actividades simples do quotidiano. Muitas pessoas que fazem isto regularmente relatam sentir mudanças profundas na qualidade das suas vidas. Os bons sentimentos e a felicidade que experimentam dia a dia aumentam consideravelmente, e as suas reacções negativas a momentos de stresse são em muito diminuídas.

Então, como pode uma pessoa começar a praticar a atenção plena nas actividades de todos os dias? 
Uma técnica muito simples é desacelerar e prestar atenção às pequenas experiências que as compõem. Escolha algo que faz muitas vezes e faça-o muito lentamente, percebendo as sensações que lhe provoca em cada pequena parcela da actividade.

Por exemplo, pense em beber chá. Uma pessoa a tomar chá na forma habitual pode estar ciente de segurar o copo, sentindo o aroma antes do primeiro gole, e o gosto do primeiro gole. A experiência de beber o resto do chá pode-se misturar numa única experiência que tem a ver com o perceber a quantidade decrescente de chá na xícara.

Beber um gole de um copo de chá com plena atenção, no entanto, é bem diferente. Comece com a percepção da xícara de chá na sua frente. Qual é a forma do copo? É alto ou baixo, largo ou estreito, de paredes espessas ou de paredes finas? Qual é a cor da taça? Qual é a cor do chá no copo? Sai vapor da xícara?

Quando toca no copo tem uma experiência diferente dele. Que textura é a superfície do copo? Se ele tem uma asa, está quente ou fria? É diferente da temperatura do corpo do copo? Qual é a sua reacção ao tocar a taça - gosta da sensação nos seus dedos, não gosta, ou sente-se indiferente a isso? Observe os seus sentimentos e sensações físicas, aceite, e continuar a prestar atenção a cada momento da experiência.

À medida que levanta a taça, observe a sensação de plenitude ou peso. Além disso, observe que, ao trazer lentamente o copo em direcção ao seu rosto o cheiro do chá torna-se bastante perceptível. A que cheira? É doce, picante ou pungente? Você percebe um aroma dominante e outros aromas mais fracos? Será que o cheiro evoca uma reacção emocional? E será que a cor do chá se torna diferente à medida que o vê mais perto?

Quando toca os seus lábios na borda da xícara, irá sentir uma temperatura e uma textura. O que são essas sensações? Pode sentir o vapor do chá no seu rosto? Quando ingere, como é o sabor? É exactamente como o perfume ou um pouco diferente? E quando olha para o copo de perto agora, o que vê? Nota pequenas correntes no líquido? Há fragmentos de folhas de chá no fundo do copo?

Com o primeiro gole, observe o pequeno movimento do seu pulso que permite que o chá flua para a sua boca. Observe a ligeira mudança no peso do copo. Observe a temperatura do chá, uma vez que entra na sua boca e a sua percepção do sabor, o chá move-se da frente da boca para trás.

Agora, baixe lentamente o copo na mesa. Observe o movimento da sua mão e braço. Observe a diminuição do cheiro à medida que o copo se move para longe do seu rosto. Observe o deslocamento do peso do copo para a mesa. Além disso, observe o sabor do chá na sua boca. É igual ou diferente do sabor que notou quando teve o chá na sua boca? Gosta do sabor ou não? Qualquer que sejam suas sensações e reacções, simplesmente observe e aceite.

Neste ponto, podem ter passado cerca de cinco a dez minutos para tomar o primeiro gole de chá. Muitas pessoas acham que a satisfação de um gole de chá é muito maior por tal actividade, mas outros podem ter um sentimento mais negativo sobre esta prática. Seja qual for o seu sentimento, simplesmente note e aceite. Pode optar por continuar a beber a xícara do chá devagar e com atenção plena, ou pode simplesmente voltar para a sua forma habitual de beber chá.

O chá é apenas um exemplo. Qualquer actividade da vida diária pode ser praticada com plena atenção. Alguém pode varrer um chão, comer uma uva passa ou quaisquer outras actividades comuns, devagar e com atenção plena. Ao começar a atenção plena, por vezes ajuda fazer a mesma actividade repetidamente por algum tempo, talvez diariamente, ou várias vezes por semana.

Para diminuir o stresse e aumentar a felicidade, adicione a prática de mindfulness à actividade diária de meditação regular. As pessoas que se atrevem a fazer isso, muitas vezes, percebem que elas começam a experimentar uma mudança simples, mas profunda nas formas como as suas mentes trabalham. Elas podem reagir às pequenas tensões da vida quotidiana sob diferentes formas, menos perturbadoras. E quando eventos negativos graves surgem, elas são capazes de se tornarem menos instáveis e de recuperar o equilíbrio mais rapidamente.


Porto, Maia, Matosinhos, Portugal, Lisboa, Espanha, prática, praticar, Meditação, Mindfulness, Budismo, Zafu, Saúde, Formação

COMENTÁRIOS




Still Quiet Place Practicum


A Mindfulness Program for Teaching Children and Adolescents Taught by Amy Saltzman, M.D.

21-23 September


Próximos Encontros



EVENTOS$type=three$author=hide$comment=hide$rm=hide$count=6$sn=show$date=hide$cat=hide


MINDFULNESS$type=three$m=0$rm=0$h=250$c=12$sn=0$show=home$show=/p/mindfulness.html$hide=home

BUDISMO$type=three$m=0$rm=0$h=250$c=12$sn=0$show=home$show=/p/budismo.html$hide=home








Junte-se à comunidade

e receba o que temos para lhe oferecer!


A Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute é uma associação científica, sem fins lucrativos, que procura contribuir para uma sociedade mais consciente através do estudo e da prática da Meditação (Mindfulness)...


Newsletter



Seguir


Nome












#guiada,1,activismo,1,alan-wallace,7,ansiedade,1,app,1,auto-compaixão,6,budismo,19,cienca,1,ciencia,62,citação,2,cnv,1,compaixão,1,compassion,3,comunicao,1,crise,1,curso,2,Curso introdução ao Budismo,2,dalai-lama,1,depressão,1,eckhart-tolle,3,ecologia,2,elisha goldstein,3,encomendar vídeos,1,escola,1,espiritualidade,2,evento,6,evento-budismo,4,evento-meditacao,38,evento-sentar,1,evento-tai-chi,2,evento-yoga,6,felicidade,8,filosofia,1,guiada,14,guiada1,1,jovens,1,judson-brewer,2,lama padma samten,2,livro,17,Matthieu Ricard,1,mbct,4,mbrs,1,mbsr,14,meditacao,71,Meditação,14,memoria,1,mente,1,mindful-eating,2,mindfulness,87,musica,5,online,1,paulo borges,3,paulo-borges,12,postura,1,pranayama,4,pratica,88,proximo-evento,2,quotes,1,respiracao,1,retiro,12,richard davidson,1,rick hanson,5,sagarapriya,1,satyaprem,2,saude,44,Sentar e Caminhar em Paz e Silêncio,1,stress,2,susana-santos,1,sustentabilidade,6,Tai-chi,1,tsering,3,varios,6,videos,8,Vídeos,2,vitor-bertocchini,5,Yoga,15,Zen,1,
ltr
item
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute: 5 - Mindfulness nas actvidades quotidianas
5 - Mindfulness nas actvidades quotidianas
Mindfulness (atenção plena) descreve um estado de espírito aparentemente difícil de conseguir para a maioria das pessoas. Quando elas param e vêm o seu fluxo de pensamentos, descobrem que a sua mente se move rapidamente de um pensamento para outro, como um cachorrinho brincalhão, em constante movimento. Aprender a atenção plena envolve trazer a mente de volta para algum pormenor do momento presente, reconhecendo isso, e aceitar. Com esta prática em horários regulares de meditação e em momentos de stresse pode ajudar a manter-se focado cada vez mais no momento presente. conciencia plena, atención plena, mindfulness. esmindfulness meditación Portugal, España Meditação, Meditar, aprender, Mindfulness, Neurociência, Atenção Plena, praticar, aprender, Budismo, retiro, aula, escola, espiritualidade. Porto, Maia, Matosinhos, Zafu - almofada de meditação.
http://2.bp.blogspot.com/--DzRzqt1wpQ/U5ZOsOSa_2I/AAAAAAAAAjQ/FhSdlXVqlQk/s1600/cha-sociedade-portuguesa-meditacao-centro-mindfulness-pratica-porto-slides.gif
http://2.bp.blogspot.com/--DzRzqt1wpQ/U5ZOsOSa_2I/AAAAAAAAAjQ/FhSdlXVqlQk/s72-c/cha-sociedade-portuguesa-meditacao-centro-mindfulness-pratica-porto-slides.gif
Sociedade Portuguesa de Meditação e Bem-Estar | Mindfulness Institute
https://www.spm-be.pt/2014/06/5-mindfulness-nas-actvidades-quotidianas.html
https://www.spm-be.pt/
https://www.spm-be.pt/
https://www.spm-be.pt/2014/06/5-mindfulness-nas-actvidades-quotidianas.html
true
9051233935020441872
UTF-8
Carregados todos os Posts Não foram encontrados Posts Ver Todos Ler Mais ReSponder Cancelar Responder Apagar Por Home PÁGINAS POSTS Ver Todos RECOMENDADO LABEL ARQIVO PROCURAR TODOS OS POSTS Nada encontrado que corresponda ao que procura Voltar Home Domingo Segunda Terça Quarta Quinta Sexta Sábado Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sab Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agostot Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Mai Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Mesmo agora 1 minuto atrás $$1$$ minutos atrás 1 hora atrás $$1$$ horas atrás Ontem $$1$$ dias atrás $$1$$ semanas atrás Mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir Este conteúdo é PREMIUM Por faver partilhe para DESBLOQUEAR Copy All Code Select All Code All codes were copied to your clipboard Can not copy the codes / texts, please press [CTRL]+[C] (or CMD+C with Mac) to copy